Publicado em 05 de setembro de 2014 às 08:21

Homens devem cuidar da saúde para evitar doenças graves



Cuidar da saúde pode ser decisivo para evitar o agravamento da situação do paciente, além de impedir o aumento de seu sofrimento físico e emocional e de sua família. De acordo com dados do IBGE de 2012, pessoas do sexo masculino morrem mais precocemente que as do sexo feminino. A expectativa de vida do homem ao nascer é de 71 anos, já as mulheres chegam, em média, aos 78,3 anos.


Outros estudos mostram que os homens são mais vulneráveis a doenças, sobretudo enfermidades graves e crônicas. O agravamento de diversas enfermidades poderia ser evitado caso os homens realizassem, com regularidade, as medidas de prevenção básicas.


Como no caso do padrasto de Sérgio Lima, Lamartine de Almeida, de 66 anos, que procurou ajuda médica somente após uma forte crise de pneumonia e foi internado imediatamente. “Ele se queixava muito de sentir cansaço até pra subir um lance de escada e já estava com uma tosse. Minha mãe insistiu em leva-lo ao hospital e a resposta dele sempre foi não”, conta o enteado. O quadro de Lamartine, que atualmente encontra-se internado, agravou-se com o desenvolvimento de insuficiência renal e outras complicações em virtude de diabetes.


De acordo com a Coordenação Nacional de Saúde dos Homens, as principais doenças que acometem pessoas do sexo masculino de 20 a 59 anos de idade são infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral e hemorragia intracerebral, neoplasia de brônquios e dos pulmões seguido da neoplasia do estômago e encéfalo. Também doenças alcoólicas do fígado, como fibrose e cirrose hepáticas e pancreatite aguda.


CURTA O H1 NEWS NO FACEBOOK E SIGA NO TWITTER


Além de exames que devem ser realizados periodicamente, como hemograma, dosagem de glicose, aferição de pressão arterial e eletrocardiograma, a adoção de hábitos saudáveis, prática de atividade física regular, alimentação balanceada, uso moderado de bebidas alcoólicas, são pontos fundamentais para a redução dos números de incidência de doenças e óbitos.


A Coordenação Nacional de Saúde dos Homens lembra que os atendimentos devem ser solicitados respeitando os protocolos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Caso seja detectada alguma alteração em algum dos exames, o homem deve ser referenciado para o tratamento dentro da rede Sistema Único de Saúde - SUS. O mesmo procedimento deve ser adotado caso o profissional verifique a necessidade de outros exames.


Por isso é importante ficar atento à saúde e realizar os exames de rotina. Converse com seu médico.


Fonte: Bia Magalhães / Blog da Saúde






Mural

Mais notícias »

Publicidade





Inicial | Policial | Política | Esporte | Revista | Mural | Contato


Todos os direitos reservados - H1 News