Publicado em 18 de agosto de 2017 às 16:28

Conheça os erros mais comuns de quem busca emagrecer



Do Portal do Governo
Você já deve ter ouvido de alguém, ou mesmo já ter dito que precisa perder alguns quilinhos. E claro, a preferência de quem está a procura do corpo perfeito é encontrar uma receita rápida. Porém, fique atento porque a pressa para emagrecer pode ser um atalho para a frustração, além de provocar riscos à saúde.
A diminuição dos números na balança deve ser alcançada de forma saudável. Por isso, o mais importante é fazer uma mudança no estilo de vida em longo prazo. Com o tempo, o corpo absorve as mudanças e também se adapta sem trazer prejuízos.
CURTA O H1 NEWS NO FACEBOOK, SIGA NO TWITTER E NO INSTAGRAM
 
O papo é antigo, mas a única fórmula mágica para perder peso é a combinação de alimentos saudáveis e atividade física. Não adianta fazer uma dieta restritiva em um mês, pois os quilos perdidos irão voltar. O cuidado com a alimentação deve ser aplicado ao longo da vida para perder peso paulatinamente, comendo com moderação o que gosta.
Proibição de alimentos, jejum e falta de exercícios são alguns dos erros que as pessoas cometem quando querem emagrecer. Além dessas atitudes calculadas, algumas práticas do dia a dia, que podem passar despercebidas, também atrapalham na perda de peso.

Baixe o aplicativo para celulares com sistema Android do H1 News, clique aqui e faça o download
 
Veja a lista de atitudes erradas mais comuns, segundo a Secretaria da Saúde:
Jejum – Quando ficamos muitas horas em jejum, nosso metabolismo fica mais lento e não queima as calorias de forma necessária;
Dietas da moda – As dietas ditas “milagrosas” até funcionam para a perda rápida de peso, mas não são nada saudáveis. No longo prazo, o corpo sentirá falta de tudo aquilo que foi restringido e irá pedir de maneira exagerada;
Fazer compras com fome – Quando vamos ao supermercado com fome, acabamos colocando no carrinho, por impulso, alimentos errados, supérfluos e nada saudáveis;
Comer rápido – O cérebro demora um tempo pra mostrar ao organismo que está saciado. Se a pessoa come rápido, ela não está se saciando e tende a consumir mais alimentos sem perceber;
Comer na frente da televisão/computador – Ao fazer isso, o cérebro irá prestar atenção no programa e não saberá o que e quanto você está comendo;
Consumir só alimentos diet e/ou light – Alimentos diet e light são um mito. Tudo depende da quantidade ingerida. Alimentos para diabéticos não têm açúcar, mas muitas vezes possuem mais calorias;
Cortar carboidratos – O carboidrato fornece conforto para o organismo. Se ele não é consumido, não haverá energia e estimulo suficiente para a realização de atividades do dia a dia.
 

Clique aqui e veja em nossa página inicial as últimas notícias






Mural

Mais notícias »

Publicidade






Inicial | Policial | Política | Esporte | Revista | Mural | Contato


Todos os direitos reservados - H1 News